domingo, agosto 30, 2015

Projeções para o PIB do ano vão piorar

Marcelo Loureiro
O Globo

A economia encolheu 1,9% no segundo trimestre, na comparação com o período anterior, resultado pior que a mediana das projeções (-1,7%). Foi o segundo resultado negativo seguido. O dado do primeiro trimestre foi revisado, de -0,2% para -0,7%. Para Luis Otavio Leal, economista-chefe do Banco ABC, as projeções para o PIB do ano vão piorar. 

Com a nova queda, o país está tecnicamente em recessão. Contra o segundo trimestre de 2014, a economia recuou 2,6%. No acumulado do ano, a queda é de 2,1%. Nos últimos quatro trimestres, o PIB encolheu 1,2%.

Para Leal, a tendência é negativa, com mais um resultado ruim do investimento, (-8,1%, em queda há oito trimestres consecutivos) e do consumo das famílias (-2,1%, o segundo em sequência).

O desempenho dos serviços foi uma surpresa negativa. O setor começou a sentir os efeitos da crise e recuou 0,7%, na comparação com o primeiro trimestre. Agropecuária (-2,7%) e indústria (-4,3%) também encolheram. 

— O mais preocupante, contudo, é a queda do investimento. Mostra claramente o desânimo na economia. Para sair do fundo do poço, é preciso que o investimento volte a crescer. Mas o consumo negativo das famílias pesa contra. A tendência é ruim, visto que o terceiro trimestre deve registrar piora mais rápida do desemprego e da renda —, explicou.

Os números do primeiro trimestre foram revisados. Agora, a queda foi estimada em 0,7% (antes, -0,2%). Leal explica que o resultado terá impacto significativo nas projeções. Estatisticamente, o desempenho da economia entre janeiro e março tem peso maior no resultado do ano. As projeções para 2016, hoje em torno de -2%, devem piorar para algo entre -2,5% e -3%.

Nenhum comentário: