quarta-feira, outubro 07, 2015

Dilma foi alertada por Nardes, mas não levou a sério o TCU

Tribuna da Internet
Dimmi Amora, Folha de São Paulo

Estádio Itaquerão (SP), 12 de junho de 2014. Numa sala reservada, a presidente Dilma Rousseff recebeu o então presidente do TCU (Tribunal de Contas da União), Augusto Nardes, que lhe informou de problemas na sua prestação de contas de 2013.

Irregularidades eram cometidas sem que o governo adotasse medidas para saná-las. O relator das contas, Raimundo Carreiro, cogitava rejeitá-las, o que poderia impedir Dilma de concorrer à reeleição.

A presidente mostrou-se preocupada e disse não ter conhecimento de tudo. Momentos depois, a Croácia abriu o placar contra a Seleção Brasileira –que fez gol contra.

COM 26 RESSALVAS
Carreiro foi procurado por integrantes do governo com a promessa de que os problemas seriam sanados. O ministro considerou que rejeitar as contas naquele momento, próximo da eleição, poderia parecer um ato político. Fez críticas, mas aprovou-as com 26 ressalvas em junho.

A seleção virou o jogo contra a Croácia. A presidente Dilma foi reeleita meses depois.

O destino da Seleção após a cambaleante estreia é conhecido: a inédita goleada 7 a 1 para a Alemanha. O destino da presidente parece seguir o mesmo caminho. A vitória na aprovação da mambembe conta de 2013 deve virar uma inédita goleada este ano.

###

NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG – O ministro Augusto Nardes, que agora é relator das contas, sabe que Dilma Rousseff jamais deu importância ao TCU. Pelo contrário, sempre desprezou o tribunal, preferia ignorá-lo. No julgamento de hoje, ela enfim vai perceber que fez papel de idiota. (C.N.)

Nenhum comentário: