quarta-feira, outubro 28, 2015

O inferno astral de Lula em 5 fatos

Talita Abrantes
 EXAME.com 

REUTERS/Paulo Whitaker 
Luiz Inácio Lula da Silva, 
em evento em São Bernardo do Campo, São Paulo. 02/09/2015


São Paulo – Nesta terça-feira, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva completa 70 anos. Mas - ao que tudo indica - não há clima para uma festa de arromba, como as protagonizadas pelo petista nos últimos anos.

No máximo, ele deve se reunir com amigos e familiares mais próximos no instituto que leva o seu nome em São Paulo. A pequena celebração contará com a presença - de última hora - da presidente Dilma Rousseff,  com quem Lula anda (bem) irritado. 

A falta de clima para comemorar é compreensível. Os últimos dias não foram fáceis para o ex-presidente, eleito pela primeira vez há exatos 13 anos.

Em menos de duas semanas, Lula viu o tom das denúncias que ligam ele ao esquema de corrupção da Petrobras se agravar e a empresa de um dos filhos entrar na mira das investigações da Polícia Federal.
Para completar, Lula encabeça a lista dos presidenciáveis mais rejeitados para 2018, segundo sondagem do Ibope.

Entenda: 

15/10: Baiano diz que pagou R$ 2 mi para nora de Lula

Em delação, o lobista Fernando Soares, mais conhecido como Fernando Baiano, revelou que teria repassado 2 milhões de reais a uma nora do ex-presidente, segundo informações do Jornal Nacional. O dinheiro teria sido entregue para o pecuarista José Carlos Bumlai. 

Segundo Baiano, o dinheiro era parte do pagamento de propina por um contrato que o pecuarista intermediava para o Grupo OSX, de Eike Batista, na Petrobras.

20/10: Baiano fala que Lula se encontrou com suspeitos da Lava Jato 

Segundo o suposto operador do PMDB no esquema, Lula teve, ao menos, duas reuniões com Bumlai  e com o então presidente da Sete Brasil, João Carlos Ferraz – que é investigado na Operação Lava Jato. A pauta dos encontros, que teriam ocorrido em 2011, seriam os contratos da empresa com a OSX. Segundo o relato, Lula teria prometido “dar mais velocidade” aos assuntos da empresa.

25/10: Amigo de Lula confirma reunião com ex-presidente

Em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, Bumlai nega o repasse, mas confirmou que se encontrou com Fernando Baiano antes de uma reunião com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o então presidente da Sete Brasil, João Carlos Ferraz – que é investigado na Operação Lava Jato.

26/10:  Polícia Federal vasculha escritório de filho de Lula 

Ontem, uma das empresas de Luís Claudio Lula da Silva, filho do ex-presidente, foi alvo de um mandado de busca e apreensão no âmbito da Operação Zelotes, que investiga esquema de pagamento de propina a membros do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (CARF), do Ministério da Fazenda.

A PF apura se 1,5 milhão de reais pagos pela consultoria Marcondes e Mautoni (M&M) à empresa de Luís Cláudio, a LFT Marketing Esportivo, são, na verdade, propina.

O valor foi repassado à LFT Marketing Esportivo na mesma época em que a PF suspeita que a M&M negociou a criação de uma Medida Provisória que beneficiava montadoras.

26/10: Lula lidera ranking de presidenciáveis mais rejeitados 

Se as eleições fossem hoje, mais da metade (55%) dos eleitores brasileiros não votariam em Lula, revela sondagem feita pelo Ibope. Nesse quesito, ele está tecnicamente empatado com José Serra, de quem venceu as eleições presidenciais de 2002 há 13 anos. 

Nenhum comentário: