quinta-feira, novembro 26, 2015

Delcídio prometeu influência no STF e de Temer e Renan para soltar Cerveró

Veja online

Relatos constam de conversa gravada por Bernardo Cerveró, filho do ex-dirigente da Petrobras, interceptada pela Polícia Federal; líder do governo no Senado foi preso por suspeitas de atrapalhar as investigações da Lava Jato

 (Pedro Ladeira/Folhapress) 
Delcídio do Amaral (PT-MS) 

O líder do governo no Senado Delcídio Amaral (PT-MS), preso cautelarmente na manhã desta quarta-feira por ordem do Supremo Tribunal Federal (STF), prometeu atuar junto à Corte e aos peemedebistas Michel Temer e Renan Calheiros para que o ex-diretor da Área Internacional da Petrobras Nestor Cerveró fosse colocado em liberdade. Cerveró, que foi indicado pelo próprio Delcídio para o cargo de cúpula na petroleira, está preso desde o início do ano por suspeitas de receber propina e atuar em fraudes em contratos na estatal.

Segundo conversa gravada por Bernardo Cerveró, filho do ex-dirigente da Petrobras, Delcídio disse que ministros do STF poderiam ser influenciados em prol da soltura de Cerveró. Entre eles estariam os ministros Edson Fachin, José Antonio Dias Toffoli, Gilmar Mendes e Teori Zavascki. Na conversa, o senador também prometeu influência do vice Michel Temer e de Renan Calheiros em benefício do ex-diretor da Petrobras.

Conforme relato do ministro Teori Zavascki a integrantes da 2ª Turma do STF, a ideia do senador petista era, depois de garantir a liberdade de Nestor Cerveró, articular a fuga do ex-dirigente pelo Paraguai e depois por meio de um jatinho, sem escalas, até a Espanha. Cerveró tem dupla cidadania, brasileira e espanhola.

Ainda de acordo com o relatório de Zavascki, relator do escândalo do petrolão no STF, o banqueiro André Esteves, do banco BTG Pactual, seria responsável por financiar a fuga de Cerveró. O acerto seria de repasses de 50.000 reais mensais de Esteves à família de Nestor Cerveró por meio do advogado Edson Ribeiro. Ribeiro também teve a prisão decretada por ordem do STF.

Nenhum comentário: