terça-feira, novembro 03, 2015

Em xadrez, move-se o bispo.

Carlos Brickmann
Chumbo Gordo.com

A Rede Record de Televisão preparou uma série de reportagens sobre a Operação Zelotes, essa em que um dos filhos do ex-presidente Lula foi intimado a depor e teve os escritórios de suas empresas vasculhados pela Polícia Federal. Na reportagem, são citados também outro filho de Lula – com o detalhe de que, antes de o pai ser eleito, ganhava R$ 600,00 mensais como monitor de zoológico, e hoje é dono de várias e lucrativas empresas; e um sobrinho de Lula, Taiguara, dono de bons negócios em países africanos que o tio visitou para palestrar. E não vai parar por aí: há repórteres da rede pesquisando os negócios da família. No atual xadrez político brasileiro, o movimento do bispo pode levar ao xeque-mate (sem trocadilhos, por favor: xadrez é um jogo e xeque é com “x”).

Mas isso não é o mais importante: o importante é saber o que leva a Rede Record, que obedece à orientação do bispo Edir Macedo, da Igreja Universal, a bater num presidente que apoiou; e o que leva a presidente Dilma a manter no Ministério dos Esportes um indicado do PRB, partido ligado à Universal. Se George Hilton continua ministro dos Esportes, e o PRB continua fazendo parte da base governista, Dilma concorda com os ataques a Lula. Mais: se outros ministros petistas não se manifestam, e ficam no Governo, concordam também.

Há muita gente afirmando que Lula e Dilma já não se entendem; mas indícios tão fortes de divisão ainda não haviam aparecido. E a ocasião é propícia para desentendimentos. Navios que naufragam perdem boa parte de sua população fixa.

Desmentido
Mas atribuir a Lula a frase de que não sabia de nada, não sabe que tem filhos empresários nem conhece seu sobrinho é maldade de Internet.

Ô, gente ruim!

O risco…
Luís Cláudio Lula da Silva, filho de Lula, foi intimado pela Polícia Federal a depor no caso da suspeita de compra de Medidas Provisórias. OK: Lula e sua família são cidadãos como todos. Mas há algo esquisito (embora não ilegal): Luís Cláudio foi intimado às 23h, um horário incomum. Antes de procurá-lo onde mora, a Polícia Federal procurou-o onde não mora mais, em São Bernardo. Se não sabem nem onde vive, de que valem suas suspeitas?

Pior: ao inovar no horário, permitiu que o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, quisesse saber o motivo disso. Qualquer falha no procedimento pode levar à tese da perseguição. Ou terá sido proposital, para manchar a ação e abrir campo para anular o caso? Por que não intimá-lo na manhã seguinte? Qual seria o prejuízo?

…de passar do ponto
As reportagens sobre o apartamento do filho de Lula também foram além do normal. Se alguém, pessoa física ou empresa, tem um imóvel, e quer emprestá-lo gratuitamente a um amigo, ninguém tem nada com isso. Qual é o crime? O empréstimo gratuito de um imóvel por muitos anos pode ter relação com algum negócio em que os donos obtiveram vantagem. Mas os proprietários são amigos de Lula desde quando era dirigente sindical, e o alojaram numa casa em São Bernardo, de graça, por quase dez anos, quando ele não poderia oferecer-lhes vantagem nenhuma.

Pode haver maracutaia? Pode; mas é preciso primeiro reunir os indícios para depois apontar o dedo. Denúncia vazia, não.

Ação correta
Ao afastar o general Antônio Mourão do Comando Militar do Sul, o mais poderoso do país, o Governo agiu certo: não cabe a um militar da ativa manifestar-se sobre assuntos políticos, concordemos ou não com ele. As Forças Armadas têm a hierarquia como valor essencial, e seu comandante-chefe é a presidente da República. Mourão criticou o Governo e os políticos. Mesmo que tenha razão, não poderia fazê-lo.

O Exército é, e tem de continuar sendo, o Grande Mudo.

Gasta aqui…
Economia? Então, tá. Até agora não há nenhum movimento no Congresso para impedir a construção do ParlaShopping, mais um grande edifício com escritórios suntuosos para o conforto de Suas Excelências, com milhares de garagens e um shopping onde o parlamentar possa fazer as comprinhas sem se misturar com essa gente rude que o elege. A verba inicial a ser gasta é de R$ 400 milhões; o orçamento total é de R$ 1 bilhão.

Qual a utilidade do novo prédio? Para o trabalho, nenhuma: o Congresso funciona mal, mas não por falta de boas instalações.

…gasta acolá
O Executivo não regula micharia. Em dez anos, as despesas da Presidência da República, em moeda constante, triplicaram. Os serviços terceirizados do Palácio da Alvorada – secretárias, telefonistas, vigilantes, garçons, faxineiros – custam R$ 220 milhões por ano (fora os funcionários da Presidência, que não são poucos). Há 88 garçons e 58 copeiras, que servem R$ 16 milhões de comida por ano. No avião presidencial a alimentação custa R$ 2 milhões por ano.

Numa viagem de Dilma aos EUA, havia para servi-la 19 limusines, dois ônibus e um caminhão para as bagagens (cerca de US$ 100 mil). Em 2011, Dilma fez uma escala, que custou R$ 244 mil, em Atenas.

O modesto uruguaio Pepe Mujica é bom para ser elogiado, mas não é imitado.

Nenhum comentário: