quarta-feira, dezembro 02, 2015

Deterioração das contas públicas no governo Dilma é impressionante

Alvaro Gribel
O Globo

O gráfico abaixo impressiona pela velocidade de deterioração das contas públicas. O déficit nominal chegou a 9,5% do PIB em outubro, por uma combinação de erros que foram cometidos no mandato passado e que estouraram este ano.

O governo fez muitas desonerações entre 2011 e 2014 e continua pagando a conta até hoje; também teve que elevar os juros para combater uma inflação reprimida, principalmente na energia elétrica. Há ainda o gasto dos swaps cambiais, usados para segurar o dólar no ano eleitoral de 2014.

Tudo isso abriu um buraco no orçamento de 2015 e tornou a recessão ainda mais severa, diminuindo a arrecadação e colocando a economia em um círculo vicioso: o déficit fiscal diminui a confiança, que derruba o PIB, que diminui a arrecadação.




Nenhum comentário: