domingo, abril 24, 2016

O fim de um sonho da era Lula: a Sete Brasil vai pedir recuperação judicial

Lauro Jardim
O Globo

Reprodução | YouTube 


Uma assembleia de acionistas da Sete Brasil, realizada hoje no Rio de Janeiro, decidiu que a empresa vai entrar com um pedido de recuperação judicial, botando fim a uma novela que se desenrola há meses.  

A encrencada empresa, criada em 2010 para viabilizar a construção das sondas do pré-sal, tem dívidas de US$ 3,2 bilhões.

Já havia um quase consenso entre os sócios (Banco do Brasil, BTG, Funcef, Previ, Petrobras, FI-FGTS e Bradesco, entre eles) de que a solução seria a recuperação judicial. Mas a Petros, o fundo de pensão da Petrobras relutava em dar o "sim". Hoje, pressionada pelos outros acionistas, a Petros cedeu.

Na semana que vem, o escritório Sérgio Bermudes e a consultoria Alvarez & Marsal começam a articular ações preparando a recuperação. Vão reunir-se com credores, acionistas, estaleiros e fornecedores.

A Sete Brasil é mais um sonho de grandeza do governo Lula que foi para o espaço.

Quando foi criada, o plano apresentado ao mercado era o de construir 28 sondas, que seriam alugadas à Petrobras por quinze anos. Hoje, nem dez devem ser construídas.

Nenhum comentário: