quarta-feira, maio 04, 2016

Anatel adia novamente revisão de contratos de telefonia fixa

Exame.com
Luci Ribeiro e Anne Warth, Estadão Conteúdo 

Steve Zazeski/sxc.hu 
Telefonia fixa: Anatel terá de escolher se mantém concessão de telefonia fixa 
apenas para orelhões ou se direciona investimentos para a banda larga.

Brasília - A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) adiou mais uma vez o prazo para a realização de alterações nos contratos de concessão de telefonia fixa referentes ao período de 2016 a 2020.

De acordo com resolução publicada no Diário Oficial da União (DOU), os contratos serão revisados em 31 de dezembro deste ano.

No fim do ano passado, a agência havia adiado a data da revisão de 31 de dezembro de 2015 para 30 de abril de 2016.

Em meados de abril, o conselheiro Otavio Luiz Rodrigues Junior, que havia pedido vista do processo no início daquele mês, pediu mais 60 dias de prazo para analisar o assunto.

O conselho diretor da Anatel possui duas propostas para a revisão dos contratos: uma delas, apresentada por Igor Vilas Boas de Freitas, previa a manutenção da concessão apenas para orelhões; outra, de Rodrigo Zerbone, seria direcionar os investimentos para a expansão da banda larga no País, no lugar da telefonia fixa e dos orelhões.

Nenhum comentário: