domingo, maio 29, 2016

Cartões de Dilma torraram r$ 32,5 mil/dia, este ano. Que se abra esta caixa preta logo!

Diário do Poder

Só este ano, até ser afastada, ela gastou R$ 32,5 mil por dia


Até a saída de Dilma, a fatura foi de R$ 32,5 mil por dia este ano

Somente em 2016, até ser afastada pelo Congresso, Dilma conseguiu estabelecer a impressionante marca de R$ 4 milhões gastos usando cartões corporativos, pagos pelo contribuinte brasileiro. Isso significa que cartões corporativos do Planalto gastaram, em média, mais de R$ 32,5 mil por dia, incluindo os feriados e fins de semana. Em 123 dias, este ano, seu governo torrou R$ 13,7 milhões utilizando cartões. A informação é do colunista Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

O descontrole de Dilma beneficiou servidores e até pessoas estranhas ao governo, que receberam R$104,7 milhões em “diárias”, só este ano.

O contribuinte não pode saber detalhes sobre 90% dos gastos usando cartões corporativos. Lula impôs “segredo” desde o primeiro escândalo.

O uso abusivo de cartões corporativos inclui cabeleireiro, hotéis de luxo, restaurantes, aluguel de carrões, passagens etc.

A Presidência detalha apenas gastos de quatro portadores de cartões, também pagos por nós: seguranças dos ex-presidentes FHC e Lula.

******* COMENTANDO A NOTÍCIA: 

Eis aí uma ação saneadora das finanças públicas e em nome da transparência: abrir a caixa preta dos gastos com cartões de crédito corporativa, declarando nulo o decreto de Lula que colocou mais de 90% desta despesa sob sigilo. Em se tratando de recursos públicos, não há justificativas que sustente o tal “sigilo”. 

Além disso, o governo Temer também poderia restringir o número de usuários com direito aos tais cartões. 

Acreditem: uma vez aberta, o que não faltarão são gastos imorais e ilegais praticados ao longo dos governos petistas. 

Nenhum comentário: