segunda-feira, maio 02, 2016

GOVERNO DILMA PARADO: DNIT interrompe 61 obras do modal rodoviário

Diário do Poder

Direção do DNIT propõe a paralisação por falta de dinheiro


DNIT propõe parar 61 obras e 40 contratos por falta de dinheiro

Com a presidente Dilma dedicada exclusivamente a tentar salvar a própria pele, seu governo dá sinais de falência múltipla de órgãos: o próprio diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Trânsito (DNIT), Valter Silveira, assina um documento em que propõe a paralisia de 61 importantes obras de construção rodoviária, além da suspensão de 40 contratos de supervisão. Tudo por falta de dinheiro. As informações são da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

O documento ‘Relato 123/2016’, do DNIT, mostra ser impossível pagar R$ 19 bilhões do custo das obras: dispõe apenas de R$ 6 bilhões.

A proposta de paralisação das 61 obras, obtida pela coluna, é assinada pelo diretor-geral e Luiz Ehret Garcia, diretor de Infraestrutura do DNIT.

Ao DNIT coube propor a paralisia das obras e dos contratos, mas a palavra final será do Ministério dos Transportes.

Nenhum comentário: