quarta-feira, maio 04, 2016

Impostômetro atingiu R$ 700 bilhões nesta terça-feira

Exane.com
André Magnabosco, Estadão Conteúdo

Carlos Severo/Fotos Públicas 
Impostômetro: em nota, o presidente da ACSP, Alencar Burti,
 cita a dimensão do número para descartar a criação de novos impostos

São Paulo - O Impostômetro, espécie de medidor eletrônico desenvolvido pela Associação Comercial de São Paulo (ACSP) para dimensionar o pagamentos de impostos no Brasil, atingiu nesta terça-feira, às 23h20, o patamar de R$ 700 bilhões.

No ano passado, essa mesma marca foi alcançada no dia 4 de maio. O valor representa o total de impostos, taxas e contribuições que o brasileiro pagou desde o início do ano.

Em nota, o presidente da ACSP, Alencar Burti, cita a dimensão do número para descartar a criação de novos impostos.

"Qualquer tentativa de elevação de impostos irá aprofundar a recessão. Esperamos que o governo comece a revisar seus gastos para ajustar o orçamento. Só assim será possível recuperar a confiança do consumidor e do empresariado, juntamente com a desaceleração da inflação que se avista", destaca Burti.

Nenhum comentário: