domingo, maio 22, 2016

Mãe do déficit, Dilma acusa Temer de 'superestimar' o rombo

Veja online 
Com informações Estadão Conteúdo

Em vez de fazer um mea culpa pela tenebrosa herança fiscal que deixou, a presidente afastada preferiu atacar a nova equipe econômica – e se fazer de vítima

(Douglas Magno/AFP) 
A presidente afastada Dilma Rousseff 
participa de encontro com blogueiros em Belo Horizonte

Responsável pela política econômica que produziu um rombo de 114,9 bilhões de reais em 2015, a presidente afastada Dilma Rousseff acusou nesta sexta-feira o governo interino de Michel Temer de "superestimar" o déficit nas contas públicas este ano. Depois de ter acesso à real situação dos números da economia, o novo ministro da Fazenda Henrique Meirelles anunciou nesta sexta uma proposta de meta fiscal para 2016 com previsão de um rombo de 170,5 bilhões de reais. "Essa é uma meta realista", afirmou o ministro.

Em vez de fazer um mea culpa pela tenebrosa herança fiscal que deixou, Dilma preferiu atacar a nova equipe econômica - e se fazer de vítima. "Agora, para justificar todas as suas políticas, vão começar a dizer que tem um imenso rombo no governo, vão superestimar o rombo", afirmou. Para a petista, a culpa pela situação da economia é da oposição. "O Congresso não funciona desde o início do ano. Não houve uma única medida aprovada."

Encontro – 
As declarações da presidente afastada aconteceram durante um encontro com "blogueiros progressistas" ligados ao petismo, em Belo Horizonte. O evento, dominado por falas em defesa de Dilma e contra Temer, teria patrocínio de 100.000 reais da Caixa Econômica Federal, mas o presidente interino suspendeu o pagamento.

A organização do encontro disse que não foi notificada pela Caixa sobre a medida e alegou ao jornal O Estado de S. Paulo que o patrocínio estaria relacionado à campanha contra o vírus zika. No início do evento, foi exibido um vídeo de menos de um minuto sobre o combate ao Aedes aegypti.

Nenhum comentário: