sexta-feira, junho 03, 2016

Presidente Temer, faça um favor ao Brasil: acabe com o sigilo dos cartões corporativos!

Adelson Elias Vasconcellos


Nesta sexta-feira, veio a público mais outro abuso, dentre centenas, cometido com dinheiro público pelos governos petistas e sua gangue. Até o cabeleireiro de Dilma e outras despesas pessoais  da presidente afastada foram pagos  com grana surrupiada da Petrobrás. 

Sobre isto, informa o blog O Antagonista. Comento em seguida.:  

Os cabelos de Dilma

Dilma Rousseff publicou nota no Facebook negando que o cabeleireiro Celso Kamura tenha sido pago com propina da Petrobras:
“Celso Kamura foi contratado pela própria Presidenta para serviços particulares, sendo remunerado pessoalmente por ela. Estão em poder da Presidenta os comprovantes de pagamento devido aos deslocamentos (São Paulo ou Rio de Janeiro para Brasília) e aos serviços prestados por Celso Kamura”.
Mostre esses comprovantes de pagamento para o eleitorado, Presidenta. Todos eles.

******* COMENTANDO A NOTÍCIA:

Pelo sim, pelo não, e não querendo aqui fazer nenhum juízo precipitado, segue uma sugestão ao presidente Michel Temer: torne sem efeito o decreto baixado por Lula, em 2003, determinando sigilo sobre os gastos com cartões corporativos, principalmente os que dizem respeito aos gastos da Presidência da República. Não há justificativa para manter sob sigilo tais despesas alegando "segurança nacional". 

Feito isto, peça ao Tribunal de Contas da União que, em parceria com o Ministério Público , realize uma auditoria profunda nos gastos que ficaram escondidos da sociedade. 

Porque, se não pagou com grana desviada da Petrobrás as tais despesas pessoais, estas podem muito bem ter sido bancadas com cartão corporativo que, nos governos petistas, explodiram e fugiram ao controle. 

Abra esta caixa preta, Presidente. Vamos descobrir o que ela esconde de tão sigiloso, capaz de comprometer e colocar em risco a tal "segurança nacional"!!!

Nenhum comentário: