sexta-feira, julho 15, 2016

Grupo militar anuncia golpe de estado na Turquia

 Da redação
Veja online

"O governo eleito pelo povo continua no comando", disse o primeiro-ministro turco, Binali Yildirim

(Tumay Berkin/Reuters)
Oficiais de polícia estão de guarda perto 
do quartel general militar turco em Ancara

Um grupo dentro das Forças Armadas da Turquia afirma ter tomado o controle do governo do país. Uma declaração de um grupo militar transmitida pela emissora turca NTV diz que “o poder do país foi totalmente tomado”.

“Para recuperar nossos direitos humanos, constitucionais e democráticos, estamos oficialmente assumindo o controle do país”, diz a ala das Forças Armadas responsável pela revolta, que mantém o antigo chefe do Estado-Maior como refém, segundo a agência de notícias ANSA.

(Gokhan Tan/Getty Images)
Soldados turcos bloqueiam a Ponte de Bósforo, em Istambul, 
que separa as cidades europeias e asiáticas 

Por meio de um anúncio na emissora de TV turca TRT, os militares decretaram um toque de recolher em todo o país e declararam lei marcial, que restringe a liberdade dos civis. O anúncio promete ainda uma nova constituição.

Forças de segurança foram chamadas para “fazer o que for necessário”, disse o primeiro-ministro Binali Yildirim, que denunciou um golpe militar nesta sexta-feira. “Algumas pessoas empreenderam uma ação ilegal fora da linha de comando”, disse Yildirim em comentários transmitidos pela turca NTV, acrescentando que os responsáveis serão punidos. “O governo eleito pelo povo continua no comando. Este governo só vai partir quando as pessoas quiserem isso.”

A rede CNN reportou que o presidente Recep Tayyip Erdogan está em um local “seguro”.

(Reprodução/Twitter)
Turcos sacam dinheiro de caixas eletrônicos, após grupo militar
 anunciar que assumiu o governo do país

O tráfego em importantes pontes de Istambul foi bloqueado e tanques de guerra podem ser vistos nas ruas. O aeroporto da cidade foi fechado e todos os voos, cancelados. Caças sobrevoam a capital Ancara, onde trocas de tiros foram reportadas por testemunhas.

Imagens divulgadas em redes sociais mostram longas filas em caixas eletrônicos após o anúncio do golpe.

Nenhum comentário: