quinta-feira, junho 01, 2017

Temer vai criar um novo imposto sindical

Veja online
 Da Redação

Em reunião com as centrais sindicais, presidente se comprometeu a soltar uma MP logo após a reforma trabalhista

(Nelson Almeida/AFP)
O presidente Michel Temer (PMDB) participa do
 Fórum Brasil de Investimentos 2017, em São Paulo 

Em reunião no Planalto, o presidente Michel Temer chegou a um acordo com as centrais sindicais. No encontro ficou acertado que o imposto sindical atual deixa de existir com a reforma trabalhista, mas que o governo se compromete a soltar uma MP criando um novo imposto sindical, de livre negociação, uma semana após a medida.

Hoje o trabalhador é obrigado a contribuir com um dia de trabalho por ano ao sindicato de sua categoria. Em alguns casos, portanto, essa contribuição pode aumentar.

Do ponto de vista político, essa é uma importante vitória para Temer porque ele deixa de ter nas ruas contra ele uma categoria com significativo poder de mobilização. Do ponto de vista dos sindicatos, foi uma maravilha. Do ponto de vista do trabalhador comum, um desastre.

******* COMENTANDO A NOTÍCIA:

Valeu a chantagem das centrais e sindicatos. Deste modo, os trabalhadores continuarão trabalhando para sustentar seus gigolôs que, livres da fiscalização sobre o emprego de um dinheiro que é público, continuarão a praticar seu terrorismo bucéfalo. Seria ótimo que Temer resistisse e acabasse logo com este atraso chamado IMPOSTO SINDICAL.

Nenhum comentário: